A origem da Espanha e a conquista do Paraíso

O que foi a Guerra da Reconquista no contexto das Grandes Navegações? Como se deu a origem da Espanha? Por que, a exemplo de Portugal, a Espanha tinha interesse em aventurar-se, fazendo viagens arriscadas pelo Oceano Atlântico, chamado “Mar Tenebroso” no século XV? O que eles (Portugal e Espanha) pretendiam com estas viagens? O que representou para a Espanha a chegada à América em 1492?

Sobre estas e outras questões pretendemos refletir neste post…

1. Guerra da Reconquista e origem da Espanha

Península Ibérica na época da Reconquista

Península Ibérica na época da Reconquista [1]

Observe a Península Ibérica acima. Ela foi conquistada por muçulmanos que lá estiveram por mais de sete séculos.

No decorrer deste período, formaram-se na região quatro reinos, conhecidos como Leão, Castela, Navarra e Aragão, os quais se uniram e lutaram para expulsar os muçulmanos da região, lutas estas que ficaram conhecidas como Guerra de Reconquista.

Durante a Guerra de Reconquista, surgiram dois Estados (reinos): Portugal e Espanha.

Neste mapa, percebe-se que já aparece o Reino de Portugal. Este, inicialmente, um território chamado Condado Portucalense, foi recebido pelo nobre francês, Dom Henrique de Borgonha, do rei de Leão Afonso VI, em 1096. Depois, em 1139, como vimos, o condado torna-se independente de Leão com o nome de Reino de Portugal.

Mas, até 1492, os reinos de Castela e Aragão continuaram envolvidos na Guerra da Reconquista. A Espanha surge, naquele ano (1492), depois do casamento da rainha Isabel, de Castela,com o rei Fernando, de Aragão, transformando os dois reinos em apenas um, chamado de Reino de Espanha.

2. Viagem espanhola de 1492

Naquele mesmo ano, 1492, os reis católicos Fernando e Isabel empreenderam forças para expulsar os muçulmanos de seu território (Granada), e uma vez vitoriosos, resolveram apostar na ideia do genovês Cristóvão Colombo, segundo a qual poder-se-ia chegar às Índias (nome genérico que era dado ao extremo Oriente), navegando-se no sentido ocidental.

Em 3 de agosto de 1492 Cristóvão Colombo, e três caravelas (Santa Maria, Pinta e Niña) partiram de Pálos, Espanha e em 12 de outubro do mesmo ano chegam à América Central.

Santa Maria, Pinta e Niña , cena do filme “1492, a conquista do Paraíso”

O transcurso da viagem de Colombo à América é descrito no filme abaixo.

Filme original “Conquest Of Paradise”  [2]

3. Filme: 1492 – A conquista do Paraíso

Resultado de imagem para Filme: 1492 – A conquista do Paraíso
Ficha técnica: [3] 
Diretor: Ridley Scott Elenco: Gérard Depardieu, Armand Assante, Sigourney Weaver, Loren Dean, Ángela Molina, Fernando Rey, Michael Wincott, Tchéky Karyo, Kevin Dunn, Frank Langella, Mark Margolis, Kario Salem, Billy L. Sullivan, John Heffernan, Arnold Vosloo, Steven Waddington, Fernando Guillén, José Luis Ferrer, Bercelio Moya, Juan Diego Botto, Achero Mañas, Fernando García Rimada, Albert Vidal, Isabel Prinz, Jack Taylor, Ángela Rosal. Produção: lain Goldman, Ridley Scott. Roteiro:  Rose Bosch. Fotografia: Adrian Biddle. Trilha Sonora:  Vangelis. Duração: 142 min. Ano: 1992. País: França/Espanha. Gênero: Aventura.

Resumo/Contexto histórico:

“A viagem de Cristóvão Colombo, que acreditava ser possível atingir  ‘el levante por el poniente’, ou seja, o Oriente navegando para o Ocidente, é o cenário épico desse filme de Ridley Scott. A odisséia de Colombo está presente no filme através do cotidiano desgastante, dos motins da tripulação e de toda incerteza que cercava uma expedição daquela época quanto ao rumo e ao prosseguimento da viagem. Sem apoio financeiro de Portugal, a maior potência da época, Colombo dirigiu-se à Espanha e associou-se aos irmãos Pinzon, recebendo ainda uma ajuda dos reis católicos Fernando de Aragão e Isabel de Castela. Com uma nau (Santa Maria) e duas caravelas (Pinta e Nina), o navegador de origem controversa (genovês ou catalão) partiu do porto de Palos em 3 de agosto de 1492 fazendo escala nas ilhas Canárias para reparo de uma das embarcações. Em 12 de outubro do mesmo ano avistou a ilha de Guanani (atual São Salvador). Sem duvidar que estava no Oriente, realizou ainda mais quatro viagens, tentando encontrar os mercados indianos. O filme focaliza também espírito vanguardista de Colombo, suas negociações com a coroa espanhola e a tentativa de estabelecer colônias na América, retratando até a velhice, aquele que é considerado um dos navegantes mais ousados de sua época.

(…) A viagem de Cristóvão Colombo insere-se no cenário da expansão ultramarina liderada por Portugal e Espanha entre os séculos XV e XVI, constituindo-se em um dos principais acontecimentos na passagem da Idade Média para Idade Moderna. Assim, para compreende-la, é necessário inseri-la no quadro das transformações por que passou a Europa na Baixa Idade Média (século XII ao XV), durante transição do feudalismo para o capitalismo comercial. O desenvolvimento do comércio monetário associado à projeção da burguesia, que aliada ao rei, irá promover a formação dos Estados Nacionais, são as principais transformações estruturais para consolidação do Antigo Regime europeu. Nesse contexto a expansão marítima européia visava atingir as Índias (terra das valiosas especiarias), para atender as necessidades de ampliação dos mercados europeus afetados pela crise do século XIV (‘guerra, peste e fome’), bem como, para eliminar o monopólio comercial italiano no Oriente. Com a conquista de Constantinopla pelos turcos em 1453, os preços das especiarias orientais elevaram-se bruscamente, o que incentivou ainda mais a busca de um novo caminho marítimo para as Índias.” [4]

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Veja também:

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Notas/Referências:

  • [1] Imagem disponível em: <https://faceaovento.com/2011/09/>. Acesso em 25/08/2016.
  • [2] Filme dublado em Português. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=fUIm3z1lcL0>. Acesso em 25/08/2016.
  • [3] 1492: Conquest of Paradise. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/1492:_Conquest_of_Paradise>. Acesso em 25/08/2016.
  • [4] 1492 – A Conquista do Paraíso. Disponível em: <http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=298>. Acesso em 25/08/2016.
Esta entrada foi publicada em História e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.