Brasil: eleições 2018 e o preço do Legislativo Federal

Há quatro anos (2014), após a realização do Primeiro Turno, destaquei[1] a composição do Congresso Nacional – Legislativo Federal, sendo 513 Deputados Federais e 81 Senadores. Além disso, cada estado possui um número elevado de Deputados…

Em 2016, verificamos que havia 5568 municípios em todo o país[2], sendo 92 deles, com mais de 200 mil habitantes.

Imagem relacionada

 

Considerando a grande quantidade de deputados federais, deputados estaduais, senadores, governadores, prefeitos e vereadores, além do grande número de secretários e assessores, tentemos imaginar o valor que nós brasileiros pagamos com as despesas de todos estes “servidores”!

Considerando apenas Congresso Nacional, destaquemos o seguinte:

  • Os Deputados Federais são eleitos para um mandato de 4 anos…
  • Os Senadores são eleitos para um mandato de 8 anos, sendo:
  • um terço do Senado, renovado a cada 4 anos e dois terços também a cada 4 anos.
  • na eleição de 2014, elegemos 1/3 do Senado e agora, em 2018, elegeremos 2/3, ou seja, os brasileiros escolherão dois 2 Senadores em cada estado…

Queremos também lembrar que neste ano votaremos para 6 cargos, incluindo Executivo Federal e Estadual e Legislativo Federal e Estadual. Ou seja:, “Em 7 de outubro, mais de 140 milhões de eleitores deverão fazer seis escolhas na seguinte ordem: deputado federal. Deputado estadual ou distrital [para os moradores do Distrito Federal], senador 1, senador 2, governador e, por fim, presidente” (Folha-UOL, 02/08/2018).

No site do TSE há um simulador, tanto para o Primeiro Turno, quanto para o Segundo Turno. No Primeiro Turno[3], a simulação dos cargos terá a seguinte sequência:

No Segundo Turno, nos estados em que houver, a simulação será assim:

E quanto custa para os brasileiros as despesas para as duas Câmaras Legislativas (Congresso Nacional)? O Jornal da Cultura[4] desta quinta-feira, dia 20 de setembro de 2018, trouxe um número assustador. Para cada deputado federal, os brasileiros pagam em torno de quase 185 mil reais mensais, totalizando cerca de quase 95 milhões mensais para os cofres públicos, os 513 deputados, sem considerar a corrupção. Confesso que os números (513 X 184.950,00 = 94.879,350,00) não couberam na minha calculadora!…

Se calcularmos este montante por um ano mais o 13º salário (12+1=13) os brasileiros pagam mais de 1,2 bilhões de reais (13 X 184.950,00 = 1.233.431.550,00). Isto apenas para a Câmara dos Deputados…

Muito caro, não! Bem, ainda falta o Senado. O custo de cada senador é de quase 167 mil reais, totalizando cerca de 13 milhões e 500 mil reais mensais entre os 81 senadores. Assim, anualmente, o Senado tem um custo total de cerca de 175,5 milhões, considerando os 12 meses mais o 13º salário (12+1=13).  Ou seja, 81 X 166.666,00 = 13.499.946,00 (custo mensal); 13 X 13.499.946,00 = 175.499.298,00.

Custo anual total do Congresso Nacional, em números simples, e sem considerar o custo a corrupção:

Ganhando tanto assim, significa que os senhores deputados e senadores trabalham muito, correto? Quem dera fossem assim. Segundo Arthur Scotti, que fez a reportagem, o comparecimento dos deputados em todas as sessões da Câmara dos Deputados, nos 6primeiros meses deste ano foi de apenas 7%. Caso um trabalhador comum fizesse isso, o que aconteceria? É que o mundo dos políticos brasileiros é outro, infelizmente. Nossas escolhas dos próximos políticos podem amenizar um pouco, pelo menos em relação à corrupção. Será que isto é possível?

Vejamos os 12 primeiros minutos da reportagem, incluindo os comentários…

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Notas:

Esta entrada foi publicada em Cotidiano/Geral e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.